19 de mar de 2016

Entre meus botões....

O ano que passou foi para mim,

definitivamente repleto de perdas e ganhos,

e com certeza vi que há males que, vêm para o bem SIM.

Foi um ano totalmente cheio de aprendizados...

E acredito que a maior lição que eu pude tirar

foi a agir feito uma "nobre"

segundo a concepção Nietzscheniana...

"Por isso, esse tipo de vida

implica fundamentalmente uma capacidade de esquecer:

metabolizar as injúrias, ofensas,

transformando-as em proveito desse existir exuberante,

que se quer pleno de riscos, de aventura,

sabendo-se habitar em um mundo

que não é feito de permanência,

mas de movimentos perenes de transformação.

E, pois, uma vida que se desdobra em morte e renascimento contínuos,

em movimentos de destruição e de construção,

como parte do mesmo devir criador."

... E TENHO O DITO! Rs
— Por isso é que eu Prefiro as Borboletas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode Comentar à votade